Menino com problemas na fala vira melhor amigo de cadelinha surda e internet não aguenta tanto amor

Você já se deparou com a cena de uma criança brincando com um cão? Ambos felizes, com energia e disposição para apenas um divertir o outro. É algo tão incrível, não é? Este caso vai além e mostra a real conexão entre menino e cão.

Connor é um menino adotado por Brandi Guillet e seu marido. Ao nascer, foi diagnosticado com uma deficiência na fala que vinha de sua genética. Ele cresceu e hoje, com seis anos, consegue se comunicar através da linguagem de sinais.

Mas tudo melhorou quando ele se tornou o melhor amigo de uma cadelinha surda. A história foi contada na página Deaf Dos Rock no Facebook e recebeu mais de 800 reações!

amor1

amor2

amor3

“Eu adotei meu filho ao nascer sabendo que ele tinha uma desordem genética. Agora ele tem seis anos e é não-verbal, mas usa linguagem de sinais para se comunicar. Estamos cuidando de uma linda boxer surda (prestes a ser adotada por nós!). Ela é incrível com meu filho. Ela é a garota mais gentil e amável de todas. A parte mais LINDA desta adoção é que meu filho e seu cão podem realmente falar um com o outro! Eu encorajo altamente a adoção de cães surdos. Ela é uma adição tão perfeita à nossa família. Nós fomos abençoados com a Ellie. <3“, escreveu a mãe de Connor.

amor5

amor4

Tal conexão é totalmente nova na família. Antes da cadelinha chegar à família, eles já tinham um outro cachorro. Porém Connor não se apegou da mesma forma, o que é inusitado na família. Mas com certeza é a prova de que o amor rompe barreira e transforma vidas.