5 Tipos de pessoas que não devemos ter como exemplo

Procurar um exemplo a seguir é algo normal e natural para qualquer pessoa, de qualquer idade. O principal é escolher o exemplo adequado e ter a capacidade de perceber a tempo se a escolha foi ou não correta.

A verdade é que famosos de reconhecimento mundial figuram na lista dos piores modelos a serem seguidos.

5 modelos de pessoas que não são exatamente exemplos que você confere a seguir. Todos eles alcançaram o sucesso, mas muitas vezes com a ajuda da sorte, por exemplo, algo que dificilmente vai acontecer com a maioria das pessoas.

Famosos

As histórias de sucesso das celebridades costumam se reduzir a uma fórmula bem simples: “eram as pessoas certas no momento adequado”. E ainda que você tenha um QI incrivelmente alto, o talento de um ator que causaria inveja até na Meryl Streep, nada disso garante fama nem riqueza. A sorte imprevisível, tão necessária para acompanhar o sucesso, pode passar ao seu lado sem sequer encostar em você.

Uma prova do que estamos falando é a história de Bill Gates, um cara super sortudo. Para começar, ele teve a sorte de nascer em família rica e estudar numa escola de elite. Naquela época, os alunos da instituição estavam entre o 0,01% da população mundial que tinha acesso a computadores.

Mais tarde, o futuro bilionário se deparou novamente com a sorte: graças aos seus pais, que conheciam o maior fabricante de computadores pessoais de então, Gates tornou-se o maior provedor de softwares para a empresa.

Por essas e outras, artistas famosos e empresários de sucesso podem ser exemplos ruins para nos espelharmos.

Não porque sejam exatamente pessoas ruins — Bill, aliás, possui uma fundação reconhecida internacionalmente. A questão é que tiveram acesso a coisas a que a maioria dos mortais não terá para vencer na vida.

Aqueles que não vivem como você quer viver

Boa parte das pessoas leva uma vida normal: vai ao trabalho, reforma a casa, compra carros… Os filhos frequentam escolas e no verão a família viaja para tirar dias de férias. São atividades corriqueiras numa vida que seria considerada confortável por muita gente. Mas se sair para coletar cogumelos não é a melhor opção de lazer em sua opinião ou se a ideia de ter filhos te assusta, você não tem porque se espelhar em quem leva esse tipo de vida. Nunca é tarde demais para começar a viver do jeito que você considera o melhor em seu caso. Enquanto isso, não imite aqueles que não vivem como você gostaria de viver.

Maravilhosos até que você os conhece de verdade

Todos, no decorrer da vida, cedo ou tarde, acabam cruzando o caminho de alguém que parece ter nascido com o bumbum virado para a Lua. Possuem um bom carro (pode nem ser novo, mas foi comprado à vista), roupas de marca e vivem contando vantagem por serem independentes.

Essas pessoas se consideram felizes e adoram dar conselhos sobre como viver a qualquer pessoa disposta a ouvi-las. Indivíduos assim parecem ótimos, até que um dia você os conhece de verdade. Por exemplo, ao se deparar com um deles no supermercado comprando macarrão instantâneo e uma garrafa de vinho barato. Ou ao ver como outro baixa a cabeça implorando perdão ao chefe por um atraso de três minutos.

São claros exemplos de pessoas convencidas, que precisam de muitas coisas materiais. Com gente assim, você não aprende nada.

Pessoas com profissões pouco comuns

Você, alguma vez na vida, deve ter se imaginado a bordo de uma nave espacial que decolava, entrava em órbita para ser acoplada à Estação Espacial Internacional. Ou ainda sonhou ser uma estrela do rock com milhares de fãs esperando o lançamento de novas músicas, ou então um policial corajoso e decidido que desbarata o plano criminoso dos vilões. Gente assim realmente se destaca, mas não são exemplos a seguir.

Tudo isso acontece porque ninguém pode se transformar, por exemplo, no novo David Bowie, pois ele é único e insubstituível.

Imaginar a vida de uma celebridade, observada o tempo todo por todo o mundo é algo complicado. E compreender a vida de um astronauta, que passa meses vivendo num espaço reduzido ao lado de outros “confinados” também não é tarefa fácil.

Um exemplo a seguir deve ser possível, adequado à realidade. Ou, ao menos, ter algum fundamento claro para a vida prática.

Uma pessoa sem sonhos

Talvez esse seja o pior exemplo a seguir. Tudo o que nos separa dos animais irracionais são os sonhos que possuímos e que tentamos realizar. Ainda que o sonho seja pequeno, nada grandioso, é um sinal de que vale a pena continuar levantando da cama pela manhã.

Se alguém diz que sonhos são coisa de idiotas, é melhor manter distância. Indivíduos assim são tóxicos, seus pontos de vista podem até envenenar a existência de qualquer pessoa que esteja ao seu redor.

Geralmente, gente assim se considera realista e pode até alcançar bastante sucesso na vida: uma boa carreira profissional e uma bela família. Os filhos de pessoas desse tipo costumam crescer achando que o sentido da vida é ter esse ou aquele emprego, preferindo esquecer “bobagens” do tipo “gostaria de ser guitarrista”.

No entanto, uma pessoa sem sonhos está morta. Logo, não existe o menor motivo para dar ouvidos a alguém assim.

Você conhece alguém que pode ser considerado um bom exemplo a ser seguido? Deixe seu comentário contando como essa pessoa é.