Através de frutos do mar crus: mulher é “inseminada” por uma lula.

Frutos do mar são uma iguaria muito apreciada – quando são bem preparadas.

Caso você as coma em um restaurante barato ou as faça por conta própria sem saber nada, isso pode dar muito errado e até ao ponto de prejudicar sua saúde. Mas raramente acontece algo tão bizarro como o que ocorreu com esta mulher da Coreia do Sul.

O caso a seguir parece uma história de terror barata, mas de fato aconteceu, e foi relatado em uma edição de 2012 da renomada publicação científica “Journal of Parasitology”. Se não fosse por isso, provavelmente assumiríamos que é uma criação bizarra da internet.

Uma mulher de 63 anos da Coreia do Sul preparou uma lula fresca para comer, mas o animal não havia sido preparado anteriormente – nem cozido, nem frito -, mas apenas brevemente mergulhado em água quente.

Porém, assim que ela deu as primeiras mordidas, ela repentinamente sentiu como se várias coisinhas perfurassem dolorosamente a membrana mucosa de sua boca. Assustada, ela cuspiu a mordida, mas era tarde demais – ela podia sentir pequenas coisas afundando em sua língua e se movendo.

Desnecessário dizer que a mulher perdeu o apetite. Já no pronto-socorro, os médicos removeram um total de 12 corpos estranhos da língua da mulher.


Esses corpos estranhos eram espermatóforos, pequenos pacotes nos quais muitos tipos de artrópodes masculinos juntam seus espermatozoides. Eles pertenciam a um todarodes pacificus (ou lula voadora japonesa) – o mesmo animal que a mulher preparou indevidamente – e continuavam a se mover na mesa de exame.

Em casos raros, quando um animal macho destinado ao consumo ainda possui seus pacotes de espermatozoides e não é preparado adequadamente, eles ainda podem estar ativos mesmo após a morte e tentarão ser inseminados em algum lugar – não importa onde.

Em um restaurante, os órgãos de reprodução da lula seriam devidamente retirados – e, depois, os eventuais restos seriam queimados ao serem fritos na frigideira.

Então, se você gosta de lula, é melhor não fazer experimentos na cozinha da sua casa.