tet

A criança não acordava do seu soninho da tarde: a mãe olhou o seu rosto e resolveu chamar a ambulância!

Os pais têm sempre a tendência a proteger demais os próprios filhos e, na maioria das vezes, isso é algo ruim. Mas cuidar de uma criança requer muita atenção e responsabilidade. Jennifer Abma, uma jovem mãe, descobriu na própria pele o quanto é importante ficar atento aos mínimos detalhes de mudança no comportamento ou no corpo de um filho: com a sua pequena Anastasia teve que enfrentar uma grande emergência.

Tudo começou em um dia muito quente: a pequena foi dormir o seu soninho da tarde no quarto. Depois de um pouco a mãe viu que ela não acordava e dali começou o seu pesadelo.

OBS.: A mãe conta que tirou esta foto depois que a ambulância chegou, quando a menina estava deitada esperando o atendimento médico.

Ela resolveu depois contar a sua história no Facebook para alertar outras mães:

“Foi o momento mais assustador da minha vida: uma fortíssima hipertermia.


Não tem nada mais assustador que não conseguir acordar o próprio filho. Esta é a prova que uma criança não precisa ficar no sol para ter uma hipertermia.

Levamos 20 minutos para conseguir acordá-la, quando a ambulância chegou, chegaram junto os inspetores porque, assim como eu, não sabiam o que esperar.

Este é um exemplo de como as coisas podem mudar repentinamente.

Anastasia deitou para dormir um pouco, eu não tinha me dado conta de quanto ela estava quente até o momento em que fui acordá-la e a encontrei completamente molhada de suor, com o rosto vermelho, quente e sem conseguir acordar. A ambulância chegou muito rápido e mediram a glicose que estava em 1.2 enquanto deveria estar em 4.

Eles deram para ela uma solução de sacarose e, depois de alguns minutos, ela acordou chorando e muito assustada.

Eu sei que não é culpa minha, mas é difícil não se culpar nesses casos: essa é uma dura lição que aprendi e espero que outros pais possam aprender com a minha experiência e controlar sempre os cômodos da casa que são muito quentes e não deixar o carro no sol porque pode ser perigoso.

Certamente Deus quis nos proteger, sou muito grata à toda a equipe do hospital e a Jay que chegaram rapidamente e evitaram uma tragédia.”

Agradecemos a Jennifer por ter contado a sua experiência e, assim, advertido outros pais sobre este problema.