DOIS ELEFANTES SEPARADOS UNEM AS TROMBAS PARA SE DESPEDIREM PARA SEMPRE

O marfim e sua aparência única tornaram os elefantes alvos fáceis para zoológicos e caçadores, e isso não é de hoje. Esses animais icônicos não têm uma vida tranquila, principalmente quando são mantidos em cativeiro durante a maior parte de suas vidas. Muitas vezes, eles não se aproximam de outros elefantes, não pisam na grama fria e úmida e não se banham em lagos ou brincam na lama com seus filhotes.

Em certas ocasiões, eles dividem o cativeiro com outros elefantes, mas eventualmente um deles morre ou é separado por algum motivo qualquer.


Um triste exemplo é o de Flavia, uma elefante de 43 anos que faleceu no zoológico de Córdoba, na Espanha, onde chegou com apenas 3 anos de idade. O animai sofria de depressão por muitos anos por causa da vida no cativeiro, longe de sua mãe.

As elefantas, a título de curiosidade, ficam com sua mãe por toda a vida, então separá-las não é uma boa ideia, principalmente se o animal viver em cativeiro.

E essa foto, compartilhada por Soumya Vidyadhar no Facebook, se tornou popular ao mostrar dois elefantes sendo separados.

Eles tocam suas trombas, em um claro sinal de afeição. Até parecem que estão dizendo adeus. É muito triste.