“Ela foi meu primeiro amor”, diz jovem que namorou barata por um ano

Todo mundo sabe que pode ser difícil encontrar amor em sua vida, mas isso não significa que você terá que recorrer a uma barata para encontrar essa pessoa especial.

Este foi o caminho incomum que um garoto do Japão chamado Yuta Shinohara decidiu seguir, ele comprou uma barata da África chamada Lisa e instantaneamente sabia que ele queria passar o resto de sua vida com ela, mesmo chegando ao ponto de admitir que ele tinha sonhos íntimos sobre isso (e estamos nos recusando a dar um gênero porque é uma maldita barata, ok?). Infelizmente Lisa faleceu um ano em seu relacionamento, então ele fez o que ninguém faria em uma situação em que um ente querido morre: ele a comeu.

Claramente Yuta tem um parafuso solto, mas aqui está o que ele tinha a dizer sobre seu relacionamento bizarro:



“Poderia ter sido minha imaginação, desde que me apeguei demais ao longo do tempo, que comecei a sentir como se estivéssemos nos comunicando”, disse o jovem.

“Nós fomos 100% sérios. Nenhuma garota humana era tão atraente quanto Lisa. Lisa foi meu primeiro amor, imaginei fazer isso com ela muitas vezes porque eu realmente gostava dela. Eu sei que é impossível, mas imaginei um mundo onde as baratas se tornam superdimensionadas ou eu fico pequeno. O dia em que ela faleceu foi difícil, mas eu sabia que este dia chegaria”, continuou…

“Com isso em mente, eu a comi em reverência. Então, agora, Lisa vive no meu coração e continua vivendo como parte do meu corpo”, finalizou.

Não condenamos as pessoas por serem estranhas, mas este jovem passou dos limites. As pessoas podem fazer o que quiserem se não estiverem prejudicando os outros, mas pensamos seriamente que esse cara pode fazer algo perigosamente confuso no futuro.

Se você gostou deste artigo compartilhe em suas redes sociais!