Em vídeo, funcionário acaba com diversão de criança e é acusado de racismo

No sul de Minas Gerais, em Pouso Alegre, a ação de um funcionário causou revolta. Em um vídeo postado nas redes sociais, uma menina se diverte com a decoração de Papai Noel dançante da loja. O funcionário se aproxima e desliga o brinquedo.

Confira o vídeo abaixo:

O caso, que aconteceu no sábado (1), foi registrado pela avó da menina. A loja emitiu uma nota nas redes sociais, pedindo desculpas e negando racismo, afirmando que o funcionário só desligou por conta do Papai Noel ser muito barulhento. A empresa ainda acrescentou que o funcionário é um garoto inexperiente.

O pedido de desculpas não agradou, recebendo compartilhamentos e comentários negativos sobre a atitude do funcionário e da loja: “Se eu morasse em Pouso Alegre doaria um Papai Noel desse pra essa fofinha, mexeu muito comigo”, uma mulher comentou. “Inacreditável essa cena”, outra concordou.