Filhote foi trazido para ser sacrificado por “não brincar”, mas socorristas interviram rapidamente

Às vezes os cães acabam em abrigos sem culpa própria. Algumas pessoas não têm escolha senão desistir de seus amados animais de estimação, porque eles ficaram doentes demais para cuidar deles ou porque estão saindo do país e são incapazes de levar seus animais de estimação com eles. Enquanto algumas razões são aceitáveis, existem outras que são simplesmente perturbadoras.

Esse cachorrinho, chamado Simba, foi levado ao abrigo para ser sacrificado. O motivo? Ele “não quis brincar”. Depois de examinar Simba, os veterinários perceberam que havia uma boa razão por que Simba não queria brincar ele estava muito doente.

Este pobre filhote foi diagnosticado com febre da picada de carraça e recebeu uma chance de 50/50 de sobrevivência. Ele era muito fraco e não se sentia bem, então não podemos culpá-lo por não querer brincar!

Felizmente, sua doença foi descoberta antes que fosse tarde demais, e eles rapidamente começaram a tratá-lo. De lá, ele foi morar em um lar adotivo onde ele poderia se curar em um lugar confortável. Em seu novo lar adotivo, havia um cachorro ao qual ele imediatamente se ligou. O filhote mais velho cuidou muito dele e nunca saiu do seu lado.



A Sidewalk Specials realizou um “Dia da Adoção”, onde Simba estava disponível para adoção. Eles temiam que ele não encontrasse uma casa, mas esse dia logo se tornou o melhor dia da vida de Simba. Ele encontrou seu lar para sempre!

Simba está todo curado e está tendo o melhor momento de sua vida. Ele passou de “não querer brincar” para correr em torno de seu novo quintal com seu novo irmão cãozinho.

Veja sua transformação por si mesmo no vídeo abaixo: