Lobo que quase sucumbiu à fome é resgatado após enfiar a cabeça em um recipiente de plástico

Um lobo raquítico foi salvo da morte certa por um grupo de fotógrafos amadores que denunciaram às autoridades a situação infeliz do animal, que andava perambulando, quem sabe por quanto tempo, com a cabeça presa em um recipiente de plástico que o impedia de comer…

O evento ocorreu nas proximidades de um lago em Nagpur, onde um grupo de fotógrafos fez uma excursão para documentar os pássaros e os lobos indianos que vagueiam pelo local, uma espécie em extinção que está ameaçada pela inconsciência dos habitantes locais.

Tanay Panpalia, um contador de 26 anos de Nagpur, estava com seus amigos tirando fotos quando viram alguns lobos aparecerem, e entre eles, um animal chamou sua atenção: era um lobo jovem, extremamente fraco e raquítico, que tinha a cabeça enfiada em um recipiente de plástico.

Eles entenderam, por causa dos obstáculos que o animal estava enfrentando e por causa de sua fraqueza, que estava em grande perigo. Ao vê-lo tão magro em comparação com os outros membros da alcateia, Tanay e seus amigos concluiram que a sua cabeça estava possivelmente presa há dias, talvez semanas e assim seria impossível de comer corretamente.

Tanay decidiu seguir os passos do lobo, mantendo uma prudente distância dos outros animais da alcateia, já que eles eram apenas três homens e podiam ser atacados a qualquer momento.
Eles chamaram o Departamento Florestal de Nagpur para pedir ajuda aos especialistas e assim salvar o pobre animal. Algumas horas depois, uma equipe de resgate apareceu no local para lidar com o caso e livrar o lobo da sua desgraça.



Tanay explicou depois:

“Era um recipiente de plástico, que é frequentemente usado pelos moradores locais como um item doméstico para armazenar alimentos. Os aldeões jogam os recipientes não utilizados em qualquer lugar, causando tais contratempos para os animais selvagens. “

As autoridades deduziram que o lobo havia colocado a cabeça no recipiente para comer restos de comida e, ao tentar removê-lo, ficou completamente preso. Felizmente para ele, o recipiente tinha buracos, o que lhe permitia respirar e beber um pouco de água , sem os quais ele teria morrido em apenas alguns dias.

Os guardas da floresta de Nagpur usaram um kit de resgate para amarrar o animal enquanto extraíam o recipiente de sua cabeça.

O lobo estava tão fraco que mal conseguia resistir . Em poucos minutos, ele foi libertado. Equipes de resgate derramavam um pouco de água sobre ele para baixar a temperatura de seu corpo e permitiam que ele voltasse junto da sua matilha.

“Toda a operação de resgate durou cerca de três horas, mas valeu a pena. Fiquei triste ao ver que um animal tão bonito ficou preso e quase morreu como resultado da ignorância humana. Enquanto eu o segui, documentei toda a história para que as pessoas estejam mais conscientes de como o lixo deles afeta a vida selvagem “, disse Tanay Panpalia.

Não é o primeiro animal cuja vida é afetada pelo desperdício que os humanos jogam sem prudência em ambientes naturais. Felizmente, esse lobo foi capaz de sobreviver a esse doloroso pesadelo.