Menina de 14 anos perde a vida durante o sono: a causa é de partir o coração

Antigamente, os celulares apenas serviam para mandar mensagens e fazer chamadas. Agora, temos tudo o que precisamos nos smartphones: contatos, email, calendário, mapas e até câmera. A verdade é que essa tecnologia veio melhorar e facilitar as nossas vidas, e já ninguém vive sem o seu telefone. No entanto, ele também pode ser muito perigoso. Uma garota de 14 anos perdeu a vida durante o sono exatamente por passar demasiado tempo no celular.

Quando ia dormir, a jovem costumava deixar o telefone a carregar junto da cama. Assim, se ela estivesse sem sono, ela ia navegar na internet, e podia adormecer pois no dia seguinte o celular já estaria com a bateria no máximo.

Mas, numa manhã, a mãe de Le Thi Xoan ligou para ela e não obteve resposta. Após fazer várias ligações, a mulher foi para casa tentar acordar a filha de 14 anos. Ao chegar ao quarto, a progenitora encontrou a jovem inconsciente. Seus pais a levaram de imediato para a sala de emergência, mas já era tarde demais. A garota estava morta.

Os pais ficaram de coração partido, e não perceberam o que havia se passado. Mas, quando os médicos revelaram o motivo do falecimento, eles ficaram ainda mais despedaçados: Le Thi Xoan morreu devido a um choque elétrico. Seus progenitores não perceberam como isso poderia ter acontecido, até levantarem os lençóis da filha.

Debaixo da roupa de cama, estava o carregador do celular de Le Thi. O celular estava conetado à ficha, mas não estava carregado pois o cabo estava queimado. E foi exatamente isso que causou a eletrocussão da garota, o cabo danificado!

Segundo o relatório policial, Le Thi conetou o celular e adormeceu com ele junto da cama. É muito perigoso usar cabos danificados para carregar os smartphones. O erro dessa garota foi fatal… mas ainda existem muitos jovens que podemos salvar!

Jogue fora todos os seus carregadores danificados e compre sempre peças originais e de qualidade. Para além disso, não leve o celular para a cama. Esse descuido pode ser a diferença entre a vida e a morte. Compartilhe para que isso não volte a acontecer com mais ninguém.