Motorista do ônibus entrega bilhete para criança levar à sua mãe. Quando ela começa a ler, não consegue conter as lágrimas

Os pais estão habituados a receber bilhetes dos professores, e quando isso acontece normalmente não é bom sinal. Mas, dessa vez, os filhos dessa mulher trouxeram um bilhete da motorista do ônibus. Quando a mãe começou a ler, ela não conseguiu conter as lágrimas.

Annaliese e Jorge chegaram em casa um dia com uma carta na mochila. Logo que a abriram, seus pais ficaram bastante surpresos e não sabiam o que esperar. Acontece que era um bilhete da motorista do ônibus que conduz seus filhos para a escola todos os dias. Felizmente, não era nem uma queixa nem um aviso.

Como a motorista de ônibus Cindy Clausen dirige todas as crianças locais para a escola, ela vê tudo o que acontece de manhã e de tarde. Se alguém sabe qual delas é agradável e qual delas é rude é essa mulher. Recentemente, os irmãos mostraram amor e compaixão a um menino com deficiência que costumava estar sozinho, excluído.

As crianças desempenharam um papel importante ao motivar o menino a se sentir feliz e em frequentar a escola todos os dias. Cindy queria expressar o quão impressionada e emocionada estava pelo comportamento de seus filhos, e queria elogiar os pais por fazerem um trabalho fantástico ao criar seus filhos.

Então, ela decidiu escrever uma carta:

“Queridos Jorge e Leonor,

Eu sou obrigado a escrever para dizer o quão lindos são seus filhos, por dentro e por fora!

Isso só pode vir da casa, sua paciência e orientação, os exemplos que você define e ensina.

Tenho uma criança no ônibus chamada Jackson.

Ambos seus filhos lhe mostraram muita compaixão e apoio.

Todos os dias, seus filhos perguntam se podem se sentar com Jackson.

Alguns dias, Jackson está um pouco triste entrando no ônibus. Mas, assim que ele vê Annaliese e Jorge, ele sorri.

Jackson tem dificuldades para caminhar e leva um pouco para chegar ao seu lugar.

Hoje Annaliese olhou para seu assento e disse: ‘venha Jackson, você consegue fazer isso’. E, quando chegámos na escola, Jorge conseguiu se levar a si mesmo e à sua mochila!

Eu sei que vocês sabem o quão maravilhoso seus filhos são, mas eu queria que vocês soubesse que isso é vísivel a todos!”

Em um mundo cada vez existe mais crueldade, achamos importante mostrar belas histórias como essa! Se concorda, compartilhe.