Mulher posa com girafa abatida e imagens provocam indignação nas redes sociais.

Foi-se o tempo em que o homem empunhava uma arma e adentrava selvas para caçar animais a fim de alimentar sua família. Hoje em dia o debate em torno da prática da caça continua quente, com um número crescente de pessoas em todo o mundo se opondo à morte de animais por esporte.

Como se o assunto precisasse de qualquer injeção de controvérsia, uma foto da caçadora americana Tess Thompson Talley se tornou viral depois de posar ao lado de uma girafa que atirou e matou enquanto estava em uma viagem de caça na África do Sul.

Como já se esperava, a imagem provocou indignação, com a Africa Digest postando a foto no Twitter, ao lado da legenda: “O selvagem americano branco, que é em parte um neanderthal, vem para a África e abate uma rara girafa como cortesia da estupidez da África do Sul. O nome dela é Tess Thompson Talley. Por favor, compartilhe. Se os nossos governos não podem cuidar da nossa vida selvagem, então é hora de nos levantarmos e assumirmos a responsabilidade pelo nosso continente, terras, recursos e vida selvagem. Compartilhe, compartilhe e compartilhe! E tenhamos uma voz unida contra a pilhagem da África, é o único lar que temos.”.


Embora geralmente vista como uma prática desagradável, a caça na África do Sul provou ser uma fonte de comércio incrivelmente lucrativa para o país, e uma grande atração para o turismo. A permissão para turistas caçarem e matarem animais exóticos é popular, embora muitos não acreditem que o ganho financeiro supere a perda de vida selvagem da África do Sul.
Segundo relatos publicados no The Gaurdian, entre 2004 e 2014, estima-se que cerca de 1,7 milhão de animais foram comercializados em todo o mundo. Pelo menos 200.000 desses animais foram classificados como ameaçados de extinção pela IUCN.

É claro que, nos últimos anos, a caça tem sido fortemente atacada por ativistas, e vários países adotaram medidas como resultado. Brasil, Índia, Quênia e Botsuana (entre outros) proibiram completamente o esporte, enquanto a Austrália, a França e a Holanda proibiram a importação de leões.
Por enquanto, a África do Sul continua aberta àqueles que procuram caçar e matar animais, mas por quanto tempo ainda é um mistério. Uma coisa é certa, tudo leva a crer que em breve será proibida uma vez por todas.

Você acha que a caça ao troféu é abominável? Pessoas como Tess Thompson Talley deveriam ser detidas quando tentam atirar e matar os animais majestosos que habitam a terra?