Orangotango passou cinco anos acorrentado e agora finalmente ganha a liberdade

Quando a equipe de resgate encontrou Novi, o jovem orangotango que foi amarrado a uma casa em Bornéu, na Indonésia, com uma pequena corrente de metal. Ele estava subnutrido e extremamente magro. E o único amigo que ele tinha era um cachorro, que estava acorrentado ao lado dele.

Embora não esteja claro como Novi acabou lá, é fácil adivinhar o que aconteceu. As pessoas provavelmente mataram a mãe de Novi, ou porque ela estava destruindo suas plantações, ou simplesmente por medo do animal. Então alguém teria levado Novi em um cativeiro como animal de estimação, mesmo que isso seja ilegal na Indonésia.

É possível que Novi tenha ficado dentro da casa por um tempo. Mas quando ele ficou maior e mais difícil de lidar, foi acorrentado do lado de fora.



“A cadeia o torturou dia e noite por cinco anos”, disse um porta-voz do Centro para Proteção de Orangotangos (COP). “Ela deixou uma cicatriz quando o libertamos.”

Uma nova vida
Mas, em 2015, a vida de Novi teve uma reviravolta positiva quando a equipe do COP o encontrou e o levou aos seus cuidados. Eles o ajudaram a ficar saudável e forte. O ensinaram a ser um orangotango selvagem novamente na escola de floresta de COP. Por exemplo, os cuidadores mostraram a Novi como construir ninhos no alto das árvores e procurar comida.

Ele aprendeu rapidamente e até ganhou a reputação de ser um “grande chefe” na escola florestal, de acordo com a COP.

Em novembro deste ano, três anos depois de seu resgate, Novi finalmente estava pronto para ser libertado de volta à vida selvagem.

Em um vídeo postado na página do Facebook da COP, Novi sai de sua jaula de transporte e imediatamente sobe em uma árvore, aparecendo pronto para abraçar sua nova vida.

“A felicidade que sentimos, quando ele parou e olhou para nós… talvez [foi para dizer] obrigado”, disse a COP em um comunicado.

A história de Novi está longe de ser única. É muito comum que as pessoas roubem os orangotangos e os mantenham como animais de estimação. E infelizmente, muitos não são resgatados e reabilitados como Novi. Além do comércio de animais de estimação, os orangotangos selvagens estão ameaçados pelo cultivo de óleo de dendê, que devasta grandes extensões de florestas e conflitos entre humanos e animais selvagens. No entanto, muitas organizações, incluindo a COP, estão trabalhando duro para salvar o maior número possível de orangotangos.