Pai de primeira viagem amamenta a filha recém-nascida.

Nem toda mãe de primeira viagem tem a sorte de amamentar seu bebê. Quando o suprimento de leite não “funciona” direito, ou simplesmente para depois de poucos dias ou semanas, só resta alimentar o bebê através da mamadeira. Mas e se, no futuro, os homens pudessem ajudar as mamães com essa tarefa? Pois isso já é possível. Foi o que o soldador Maxamillian Neubauer, do estado de Wisconsin (EUA), fez com sua filha Rosalia.

Que amamentar fortalece os laços entre mãe e bebê, isso todo mundo sabe, mas será que no futuro isso pode significar também uma ligação entre pai e crias? Este novo método pode nos dar a resposta em breve. Com o chamado “Supplemental Nursing System” (Sistema de Amamentação Suplementar, em tradução livre), ou “SNS”, é possível que um pai amamente os filhos.

Em junho de 2017, quando April, a esposa de Maxamillian, trouxe Rosalia ao mundo por cesariana, a jovem mãe esperava poder sair da sala de cirurgia rápido o bastante para amamentar a bebê pela primeira vez. Porém, ela foi impedida devido a complicações.

Enquanto os médicos tentavam estabilizar a situação da mãe na sala de operações, o papai Maxamillian precisou entrar em ação para que a filha Rosalia se sentisse bem-vinda ao mundo. Como o contato corporal logo após o parto é extremamente importante para recém-nascidos, o pai utilizou o “método canguru”, no qual o bebê, só de fraldas, fica longos períodos em contato pele a pele com a mãe ou com o pai.


O calor corporal e os batimentos cardíacos dos pais ajudam o recém-nascido a se recuperar do estresse do nascimento e a criar laços. Por fim, a enfermeira Cybil Martin-Dennehy fez uma pergunta incomum ao jovem pai.

“Eu me sentei com ela (Rosalia) e tirei minha camisa para fazer canguru com ela. A enfermeira me disse então que minha filha precisava de um pouco de leite e que teríamos que alimentá-la à mão com uma seringa. Então, ela me perguntou se eu toparia colar um mamilo artificial para amamentá-la ‘corretamente’. Como eu sou muito aberto e penso que você deve tentar de tudo uma vez, eu disse: ‘Claro! Por que não?'”, conta Max em uma entrevista.

Depois da mãe April ter se recuperado da cesariana, ela pôde amamentar sua filhinha. Mas para o pai, essa experiência foi muito especial.

Alguns podem achar que um homem amamentando um bebê é algo estranho, mas a saúde do bebê e a conexão entre pai e filha é muito mais importante do que qualquer aparência.